sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

O Agente Jonhy



Um dia o Jonhy, que era um agente secreto tinha-se tornado o agente 1. E tinha uma missão super importante. Tinha de deter o Sauvage, que era um bandido francês.
Ele queria ser rei da Inglaterra para enchê-la de prisões. O seu assistente Bond grita:
- Acorde! Acorde! O agente 1 está quase a chegar!
O Jonhy afinal não era o agente 1, estava só a sonhar. Mas, de repente, chegou uma mensagem que dizia: “O agente 1 morreu numa explosão e os outros agentes também, por isso tu és o novo agente 1 e tens de deter o Sauvage”.
Já era de noite e o Jonhy tinha de ir para a Gala Sauvage.
- A rainha chegou! - gritaram todos.
Mas nesse momento as luzes apagam-se. Jonhy foi para uma sala, fingiu que estava a ser atacado para o considerarem um herói.
Quando o Jonhy saiu da sala pôs Ketchup no lábio para parecer que tinha sido agredido e disse:
- Foi um bocado difícil detê-lo mas eu consegui, é melhor não entrarem na sala porque ele é agressivo!
Quando a rainha viu o seu cofre sem as jóias e teve um ataque.
Na manhã seguinte o Jonhy esteve a examinar o local do crime e descobriu que as jóias tinham sido roubadas por baixo do cofre e disse:
- Bond vamos descer este buraco e ver até a onde nos leva.
Andaram, andaram até que encontraram uma escada. Subiram-na e encontraram dois homens a colocarem as jóias num caixão. Quando os dois homens viram o Jonhy e o Bond, meteram o caixão com as jóias num carro funerário e arrancaram.
De repente, passa outro carro funerário e Jonhy pensa que é o carro que ele estava a seguir, seguindo o carro errado. Quando o Jonhy chegou ao cemitério diz:
- Pode contar muitas historias mas eu sei que daqui a uma semana vêm aqui buscar o caixão.
A certa altura chegou outra mensagem que dizia: “Os dois homens já foram apanhados mas tens de ir para o castelo da rainha porque o Sauvage vai ser rei dentro de cinco minutos. Despacha-te!”
Quando o Jonhy chegou ao castelo de Inglaterra saltou para uma corda, arrancou a coroa das mãos do arcebispo e disse:
-Tu nunca serás rei da Inglaterra, nem comigo morto!!!
Mas Sauvage pegou na sua arma e começa aos tiros e a gritar:
-Dá-me a coroa para eu ser rei de Inglaterra!!!
Um dos homens de Sauvage tentou matar o Jonhy. Nesse instante, chegou a sua mulher, que prendeu o homem. Quando ela se ia embora, sem querer, com a ponta dos sapatos, clica no gatilho de uma pistola que estava caída no chão. O tiro acerta na corda, Jonhy cai no trono e o arcebispo coloca a coroa na sua cabeça, coroando-o rei.
Mas Johnny não aceitou o cargo.
Depois de todos estes acontecimentos, foi passear de carro com a sua mulher à beira-mar. Johnny tenta beijá-la mas, sem querer, clica num botão e a mulher vai pelos ares, gritando:
- Joooooooonhy!
E agora? Que poderia Jonhy fazer? Conseguiria salvá-la?
Se quiseres saber como continua esta história, fica atento à próxima aventura do agente Jonhy!

Guilherme Pacheco – 8 anos – 3º Ano
Ilustração: Marta Costa – 8 anos – 3ºAno

6 comentários:

  1. Este agente era bom, mas um pouco trapalhão. O teu teto e o deenho da tua colega estão muito bons. Estou ansioooooso pelo próximo capítulo.

    ResponderEliminar
  2. está grande mas muito giro e engraçado.
    o desenho também está muito bem feito.
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  3. está um máximo parabéns.

    ResponderEliminar
  4. Francisca de Abreu Coutinho3 de fevereiro de 2009 às 17:45

    Parabéns !!!
    Vê-se que tens alma de aventureiro.
    Está muito giro, emaginaivo e elaborado.
    Espero pela nova divertida e engraçada aventura do JONNY

    ResponderEliminar